“Espelho, espelho meu: e se fosse eu um aventureiro?”

15 explorando serpentes (2)Este foi o tema que a Escola Saúde trabalhou com seus participantes de férias durante toda semana e as equipes humana e animal do Projeto Herpetus foram desfechar com muita interatividade e diversão esses dias em que cerca de 40 crianças exploraram sua criatividade e percepção.

invertsNo dia 14 de julho, eu – Sandra – e o Thiago Angeli montamos uma trilha ecológica na Floresta da Escola Saúde. Dispomos no decorrer dos espaços do colégio vários objetos naturais, animais fixados, réplicas, brinquedos e animais vivos para a petizada poder tirar fotos para adicionarem ao livro que eles criaram para essa semana de aventuras e, claro, guardarem como recordação.

A ideia foi simular uma saída de campo profissional como os Biólogos o fariam para orientrealizarem suas pesquisas ou coletas. Antes de iniciarmos a trilha, foram mostrados equipamentos de segurança, como se comportarem dentro do mato fechado e demos explicações gerais sobre nosso bioma Mata Atlântica.

Durante o trajeto as crianças – de idades variadas – procuraram no chão, nas paredes e até no teto rastros e vestígios de animais; descobriram esconderijos de animais fixados como frestas nas paredes; encontraram ninhosninhos no chão e em galhos, ovos de pássaros e de répteis; brincaram de arqueólogos/paleontólogos no banco de areias com várias peças e até ossos escondidos; animais escondidos no ambiente e tiveram noções de Educação Ambiental e o que são animais invasores.

Agradecemos a oportunidade que a equipe da Escola Saúde nos concedeu, escavandoespecialmente ao corpo pedagógico formado pela Mari e pela Débora. Nosso muito obrigado às professoras que nos acompanharam e a todos os profissionais que se dispuseram a encarar seus medos.

O dia foi intenso, cheio de boas informações e de alegria para todos!

Anúncios